Liberdade é trafegar em si mesmo, com conhecimento de causa

O que é ser livre, pra você? Fazer o que você desejar, quando e como desejar? Não sofrer qualquer constrangimento quanto ao que você deseja fazer? Estar fora de prisões ou regras que determinem como comportar-se ou pensar? Não se prender a relacionamentos? Estar livre dos sistemas econômicos ou políticos? Caso tenha encontrado afinidade em …

Liberdade é trafegar em si mesmo, com conhecimento de causa Leia mais »

Amadurecer é enfrentar a savana emocional desconhecida

O sol ascende no horizonte lançando luz sobre a vegetação rasteira. Muito perto, um grupo de homens primitivos observam, próximos de árvores baixas, a presença de uma certa magia que faz balançar as folhas, a copa, e que, ao mesmo tempo, permite sentir-se o cheiro dos animais na proximidade. Enquanto alguns avançam, outros ficam mais …

Amadurecer é enfrentar a savana emocional desconhecida Leia mais »

As dimensões internas do ser humano e as suas repercussões

Há muitos momentos em que sentimos, nos comportamos de um modo que não sabemos explicar por quê. Existem sabores que fazem surgir sentimentos de uma saudade inesperada, ou felicidade. Cheiros e toques que excitam nossos corpos sem explicação. Sons que desencadeiam sentimentos de tristeza profunda. Ou relações em que nos percebemos em reações constrangedoras a …

As dimensões internas do ser humano e as suas repercussões Leia mais »

Porque o autoconhecimento se tornou uma condição necessária para a humanidade

Reflita comigo por alguns minutos, porém recomendo que permaneça um tempo nesse primeiro parágrafo antes de prosseguir nos próximos. Como você acordou se sentindo? Como se sente neste exato momento? Quais os sentimentos e emoções predominam e norteiam sua relação consigo mesmo e com o outro? Qual poder tem sobre eles? Quais os pensamentos que …

Porque o autoconhecimento se tornou uma condição necessária para a humanidade Leia mais »

De professora à Educadora!

Por Analete Regina Schelbauer. Ah tenho orgulho de ser professora sim! De ter escolhido essa profissão na juventude e, mesmo diante da inconsciência da escolha, reconhecer que havia uma aspiração: fazer a diferença na vida das pessoas por meio da educação! Da aspiração da juventude, marcada por encantos e desencantos, frustrações e aprendizagens; formei-me e, …

De professora à Educadora! Leia mais »

Rolar para cima